Não amedronte sua alma com medos imaginários

Não amedronte sua alma com medos imaginários vãos. Do temor procede a infelicidade e o fracasso. Os temores do covarde o expõem ao perigo. Um covarde morre muitas vezes antes de que sua morte real ocorra. Seja ousado. Seja alegre. Não deixe seu coração afundar-se na fantasia de medos imaginários. Tenha confiança e fé em si mesmo. Seu direito de nascença é o valor. Você é filho do Néctar. Você é filho da Luz. Você é um desdobramento de Brahman imortal. Reivindique seu direito de nascença agora. Levante-se! Oh homem! Ruge OM OM OM. Você é um leão do Vedanta.

“A conquista do medo” – Por S. S. Sivananda

Sivananda-121-md

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *